domingo, 7 de dezembro de 2008

Despeço.


Hoje eu decidi arrumar meu quarto.
De vez.
Tirar tudo aquilo que eu não mais uso.
Rasgar tudo aquilo que já foi escrito.
E que hoje, parece não ter mais o mesmo valor.
Devo dizer:
Suas cartas foram as mais difíceis de livrar.
Até os envelopes.
Lendo-as antes de cortar em pedaços e colocá-las dentro de uma caixa,
Foi difícil aceitar o fim.
Porque de certa forma,
Eu me despeço aqui.
Com o CD de Coldplay no som, e as palavras ‘amigas para sempre’ em pedaços na mão,
As lágrimas tentavam sair de meus olhos.
Mas não saíram.
Não sei o porquê.
Talvez, o fato do adeus já esteja gravado na memória.
E o fim...
O fim não mais dói.


Bruna

Escutando: O Poeta está vivo - Barão Vermelho
Foto: 'Revirando o passado' by Moidsch

9 comentários:

darsh. disse...

caramba, você não vai acreditar!
hoje eu arrumei meu guarda roupa ouvindo coldplay e fiz um texto sobre isso pra postar amanhã oO

Anônimo disse...

Esse Coldplay no fundo acabou comigo...

Tenho muitas cartas, de verdade. Não sei se o post é baseado em histórias reais, mas eu bem que gostaria de seguir o exemplo dessa menina... mas não tenho coragem.

Anônimo disse...

Precisa rrumar emu quarto ejgar tudo que não serve mais fora.
Ah... Coldplay!

Yaas disse...

aaaah, os finais sempre são coisas tristes, mais nem sempre nos fazem sofrer... Talvez ja estejamos programados para os fins.

Sempre é dificil ve-lo, por mais que possa toca-lo.

Beijos :*

Yaas disse...

selo pra vc no meu blog :}

maria flor. disse...

faz bem arrumar
colocar tudo no devido lugar.
amo.

João Vitor disse...

uoou...
pessoas que amamos em algum momento da vida... sim, sempre tem aquela que marca.
bonito o texto.
como sempre digo, belo post!

Mimi Santos disse...

ameei seu blog. ótimo texto.
limpar o que ficou pra trás pode não bom, mas as vezes é preciso...

Beijos

Mayana Carvalho.♥ disse...

Tive que fazer as mesma coisas.. E nem quero me permitir lembrar o quão foi dificil de me desfazer de certas coisas.

Beijos, lindo!